segunda-feira, novembro 29, 2010

Seu ponto de interrogação

Sou o cárcere que te priva
Que te liberta
Que te magoa
Por motivo qualquer,
Em instante qualquer...

Sou um fragmento de tudo
Que te traz o confuso querer,
Que te dá prazer...

Sou um pedaço do mundo,
Que gosta do cheiro,
Que gosta do corpo molhado do ser...

Sou um apêndice insano, egoísta...
Um detalhe que te destrói um pouco,
Que te faz chorar,
Que te faz pensar,
Que te faz amar...

Sou para você um pouco de tudo,
Um pouco de nada.
Um corpo,
Um vulto,
Um desejo,
Um motivo de agonia,
Um motivo de satisfação

Sou o que sou
E ainda assim você me ama
Desabrocha e chama
Sou sua insana razão...

Não desista desse ponto
Que bate aqui e bate aí...
Que pulsa como o coração.
Literalmente sinto que sou
Seu ponto de interrogação...

Recomeço

Um dia após o outro
É o que temos a viver
Pensando no amanhã
Vivendo no hoje
Sem medo de perder...

Vamos agora mesmo
Parar e apagar as mágoas
Abrir portas fechadas
Olhar por janelas escancaradas
E viver de alma lavada...

domingo, novembro 28, 2010

Novamente a música fala por mim...

Você foi...
O maior dos meus casos
De todos os abraços
O que eu nunca esqueci

Você foi...
Dos amores que eu tive
O mais complicado
E o mais simples pra mim

Você foi...
O melhor dos meus erros
A mais estranha história
Que alguém já escreveu

E é por essas e outras
Que a minha saudade
Faz lembrar
De tudo outra vez.

Você foi...
A mentira sincera
Brincadeira mais séria
Que me aconteceu

Você foi...
O caso mais antigo
E o amor mais amigo
Que me apareceu

Das lembranças
Que eu trago na vida
Você é a saudade
Que eu gosto de ter
Só assim!
Sinto você bem perto de mim
Outra vez...

Me esqueci!
De tentar te esquecer
Resolvi!
Te querer, por querer
Decidi te lembrar
Quantas vezes
Eu tenha vontade
Sem nada perder...

Ah!
Você foi!
Toda a felicidade
Você foi a maldade
Que só me fez bem
Você foi!
O melhor dos meus planos
E o maior dos enganos
Que eu pude fazer...

Das lembranças
Que eu trago na vida
Você é a saudade
Que eu gosto de ter
Só assim!
Sinto você bem perto de mim
Outra vez....
(RobertoCarlos)

sexta-feira, novembro 26, 2010

-.-

"Dias vão, dias vêm, uns em vão, outros nem
Quem saberá a cura do meu coração se não eu?
Não creio em santos e poetas
Perguntei tanto e ninguém nunca respondeu
Melhor é dar razão a quem perdoa
Melhor é dar perdão a quem perdeu"
(ZecaBaleiro)

A atual sensação

É como se eu fosse apaixonada por chocolate e sonhasse com um bombom que muitas pessoas gostam como eu. Mas poucos podem tê-lo. Daí alguém chega como se fosse um ser humano do bem e te dá esse bombom dos sonhos. Mas não te deixa abrir o embrulho por completo...
Por esse "presente" ter sido tão desejado, por tanto tempo, você o aceita como tem que ser. Não cobra e nem se cobra... Olha pra ele e pensa nele todos os dias, mas não tem a necessidade de abrí-lo, pois pode perdê-lo...
Então você acredita que ali por trás do embrulho, está o seu tão sonhado bombom de chocolate...
Você crê nisso, porque é o que te convém. É o que te faz bem. É o que te faz feliz...
Mas como tudo na vida, há um tempo...há um momento...há uma "validade" para que cada coisa dure. Daí você guarda o presente recebido e cuida dele por um ano, como se tivesse sido o melhor presente da sua vida...
Até que o papel do embrulho vai se desfazendo, pois a validade está chegando ao fim...
E a cada dia, um pedaço cai no chão e você vai conseguindo ver o que tem por dentro...
E você continua amando aquele presente, porque não acredita que não possa ser real. Enfim...
Até que por uma "força estranha"...Divina...Que só pode ser coisa de Deus...
Faz desmanchar todo o embrulho..........................
E você olhou para aquele presente o tempo inteiro com os olhos do coração,
e a partir desse momento, os olhos da razão é o que enxerga a verdade...
E a verdade é a dor de descobrir que aquele bombom dos sonhos era uma farsa.
Uma mentira. Um bombom falsificado...
E você se pergunta: "Como assim?" / "COMO ASSIM?" / "COMO?"
E o seu chão é aberto por um abismo sem tamanho e definição...
E junto com as perguntas, vem as "dúvidas" e o encaixe de cada uma delas...
E o sentimento de perda, é ainda maior... Porque quando se acredita, se acredita por completo e não há um pedacinho que não possa ser...
E daí você chora...chora...chora...e chora mais uma vez.
Só mais UMA VEZ!
...

Pois bem... É assim que eu estou me sentindo...
E essa é a última vez que vou chorar por isso, porque eu fiz o que eu tinha que ter feito.
Fui EU MESMA MESMO o tempo inteiro.
Sem ter em momento algum, uma farsa se quer.
Eu me doei por completa e fui verdadeiramente apaixonada por cada momento que aconteceu...
Mas a validade se esgotou.
E agora acabou...

PS: "Você jogou fora, o amor que eu te dei.
O sonho que sonhei. Isso não se faz.
Que pena, QUE PENA amor..."

O teu disfarce acabou...

Durante um ano você me fez sorrir e me fez bem...
Mas não foi quem eu pensei que fosse...
Não falei com quem eu pensei que falava...
O eu te amo que te disse, não era para você...
Poderia até ser, se você não fosse uma farsa...
Se você não tivesse mentido, enganado, fingido, por tanto tempo...
O carinho que te dei, foi verdadeiro, mas não resta mais nada...
Você tantas vezes me disse que não gostava de mentiras...
Quando na verdade, VOCÊ SEMPRE FOI UMA MENTIRA!!!
Tá doendo pra cacete, você não sabe o quanto...
Não consigo ter raiva de você...Não tenho rancor...
Mas tenho pena...por você não conseguir ser quem é...
A ponto de se passar por outra pessoa e se fazer de feliz por isso...
É lamentável...É triste...Não acredito que você consiga ser feliz assim...
Passamos por momentos tão únicos e eu pensando que era real...
Eu gostei de você independente de você ser quem dizia ser...
Mas a forma que você fez tudo parecer, é que estragou...
Se você tivesse sido você o tempo inteiro, poderia te amar como
amo a pessoa que você se fez passar...
Nesse momento muita coisa faz sentido...
Outras nem tanto, mas pensando mais fundo, há um sentido, SIM!
Só queria entender...de que valeu tudo isso?
Você agora está sozinha...E está sofrendo...
Porque eu sei o quanto isso aqui era bom pra você TAMBÉM...
De que valeu? Você se sente bem agora?
Por que deixou ir tão longe? Por que iludir pessoas do bem?
Por que não enxergou que uma hora tudo viria à tona?
Olhe para trás...Veja o vazio que você deixou...
O buraco que você tentou tapar por UM ANO...
O abismo que você criou e agora se tornou REAL para nós...
Tudo poderia ser diferente...
Tudo poderia ser DE VERDADE...
Se você não fosse tão burra...
Tão doente...
Tão egoísta...
Tão mesquinha...
TÃO COVARDE!!!!!!!!!!!!!

Vou sentir falta da pessoa que um dia disse ser minha amiga...
Mas amiga não mente...Aliás, EU SEMPRE fui sua amiga...
Mas você NUNCA FOI MINHA!
E o que me resta?

...

O aprendizado...
A desconfiança...
O lado sagaz...
A mágoa...
O desapego...
A desilusão...

Espero que em algum momento da sua vida, você pague pelo que fez...
Que não seja como vingança... Mas que doa como está doendo, aqui, agora...

quarta-feira, novembro 24, 2010

Teu acaso, meu destino

Quis o acaso e o destino...
Que você surgisse na minha vida
Que a tua vida cruzasse com a minha...
Que o meu olhar te cativasse
E o meu sorriso te encantasse...

Quis o acaso e o destino...
Que nós fossemos amigos
Que eu cuidasse de você e você de mim...
Que a nossa amizade
Fosse selada na cumplicidade...

Quis o acaso e o destino...
Que ficassemos inseparáveis
E sempre próximos um do outro...
Que a gente se tenha encontrado
Para terminarmos o que ficou inacabado...

Atração

Beijando minha nuca
- entre os fios morenos -
você suspira e eu tremo...

domingo, novembro 21, 2010

O seu segredo

Não se sabe de onde vem
Nem seu nome nem seus objetivos
Curiosidade do desconhecido
É o que convém...

A todos ofusca seu brilho
Despertando cada vez mais,
A curiosidade de quem se aproxima
E assim se faz...

Que mistérios trarão com ela?
Por quê não se rasga e mostra,
Sua face, seus mistérios?
Revele para o que veio
E mostre seus anseios...

Sei que é bem reservada
Forte e também determinada
Não é mulher de ter medo
Ser misteriosa é o seu segredo...

quinta-feira, novembro 18, 2010

♫ ♪

Deixa estar que o que for pra ser vigora
Eu sou tão feliz
Vamos dividir...

Os sonhos
Que podem transformar o rumo da história
Vem logo
Que o tempo voa como eu
Quando penso em você!
(Maria Gadú)

O que é que há?
O que é que tá se passando com essa cabeça?
O que é que há?
O que é que tá me faltando pra que eu te conheça melhor?
(Fábio Jr.)

Teus sinais, me confundem da cabeça aos pés
Mas por dentro eu te devoro...
Teu olhar não me diz exato quem tu és
Mesmo assim, eu te devoro...
(Djavan)

segunda-feira, novembro 15, 2010

Eu me rendo

Com sede e evidente desejo
Meu vestido você rasga
Bem como minha lucidez
Mãos ageis transpõem os limites da seda
Que oscilantes escorregam

Dedos mágicos brincam e tatuam minha pele
Aniquilam minha resistência
Dissipam meus medos
Redecoram minha anatomia

Desejo que vem como vapor
Da sua boca com sabor...
Penso em devorar-te
Cada suspiro à mais
Me faz...
Sentir
Sorrir
Vibrar
Gozar

Deite sobre mim agora
Não pense em nada mais
Me devora...
E esqueça o que um dia eu neguei
Agora somos só nós
E por ti me renderei...

quarta-feira, novembro 10, 2010

Eu me acerto

terça-feira, novembro 09, 2010

Escolhas...

Odeio ter que escolher!
Não importa a escolha, eu sofro.
Qualquer coisa, qualquer pessoa, qualquer presente, qualquer treco.
Mas hoje é um dia que se eu pudesse escolher, escolheria uma nuvem.
A mais alta que existisse...
Onde eu pudesse ter uma vista ampla do mundo...
Onde eu conseguisse sentir o verdadeiro sentido de tudo que acontece...
Onde eu pudesse, talvez, entender muito do que acontece e, o por quê que acontece...
Onde eu pudesse voar...

"O tempo que conduz, é o mesmo que separa"
(IsabellaTaviani)

segunda-feira, novembro 08, 2010

É por aí...

Um dia quero mudar tudo
No outro eu morro de rir
Um dia tô cheia de vida
No outro não sei onde ir
Um dia escapo por pouco
No outro não sei se vou me livrar
Um dia esqueço de tudo
No outro não posso deixar de lembrar,
Um dia você me maltrata
No outro me faz muito bem,
Um dia eu digo a verdade
No outro não engano ninguém,
Um dia parece que tudo tem tudo prá ser o que eu sempre sonhei,
No outro dá tudo errado e acabo perdendo o que já ganhei...
[...]
Um dia eu sou diferente
No outro sou bem comportada
Um dia eu durmo até tarde
No outro eu acordo cansada
Um dia te beijo gostoso
No outro nem vem que eu quero respirar
Um dia quero mudar tudo no mundo
No outro eu vou devagar
Um dia penso no futuro
No outro eu deixo prá lá
Um dia eu acho a saída
No outro eu fico no ar
Um dia na vida da gente
Um dia sem nada de mais...
Só sei que eu acordo e gosto da vida
Os dias não são nunca iguais!

(Paulo Freire e Swami Jr.)

domingo, novembro 07, 2010

Não me impeça de viver

Não é querendo ser meu dono, que você vai me ganhar;
Não é colocando ordens, que as coisas vão funcionar;
Não sou uma boneca e nem pretendo ser;
Olhe para frente, cresça, não me impeça de viver!

Não vou abrir mão de amigos que existiam antes de você;
Não te impeço um por cento, do que você tenta fazer;
Não queria terminar com o que poderia ser;
Mas você é assim...
Ou é da sua maneira, ou acaba e põe um fim.

Desculpe não ser como você queria,
Mas a vida não é feita só de alegria;
Tá complicado pra você?
Pra mim nem se compara...
Ter uma vida cor de rosa, é uma coisa rara.

Um dia você vai me compreender,
Quando você também tiver que eleger
Entre a razão e o coração...
E aí você vai ver...
Que poderíamos ser felizes, sem ter que escolher.

sexta-feira, novembro 05, 2010

Rotina

O melhor da minha rotina, é saber que todos os dias, vocês estarão aqui. Que a distância é só um detalhe para aumentar a vontade de nos 'encontrarmos' mais um dia. Já não consigo mais viver sem vocês. Fazem parte da minha vida, da minha rotina. Amoooo minhas panteras!

terça-feira, novembro 02, 2010

Apenas uma observação...

Em alguns momentos da vida, paramos para fazer escolhas, que podem mudar nosso destino.
Em alguns momentos escolher apenas um ou dois caminhos, é doloroso.
Abrir mão de coisas que fazem um bem infinito ao nosso coração, porque a vida cobra e nem sempre dá para ter tudo ao mesmo tempo, sendo enxergado pelo olhos de quem está de fora, parecendo não fazer um bem tão grande assim, dói mais ainda.
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta de quem nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.

Acabei de sair do blog de uma amiga que acompanho constantemente e li uma frase que me doeu no peito por tão linda, forte e verdadeira que é, que também me impulsionou a colocar para fora um pouquinho do que ainda não saiu completamente. Essa é a frase:

"Que nos fere pelo amanhã que nos limita"
(eumesma)

Sem mais.